Seu filho não obedece? O que fazer

Quais os benefícios da educação com princípio cristão
16/09/2019
Como conciliar filhos e trabalho?
30/09/2019

Seu filho não obedece? Ele já foi informado sobre quem está no comando? Assim, a reação natural de uma criança deve ser a obediência. Ainda mais aquelas que são excessivamente ativas, que não cooperam ao receberem instruções. No entanto, a criança precisa entender que existem regras que devem ser cumpridas.

Primeiramente, quando você estiver orientando seus filhos para fazer a coisa certa, certifique-se de que, quando estiver falando, tenha toda a atenção deles. Portanto, faça-os olhar nos seus olhos e diga-lhes o que você quer. 

Por exemplo: “Você não deve tocar nisso. Você me entende?” Assim, faça-os responder a pergunta e repita o comando.  Além disso, lembre-os das consequências caso desobedecerem.

Por que seu filho não obedece?

Primeiramente, a desobediência pode ter várias causas. Às vezes, é devido a expectativas parentais inatingíveis. Ou pode estar relacionado ao temperamento da criança, aos problemas da escola, ao estresse familiar ou aos conflitos entre seus pais.

Não discipline sem comunicação

De fato, é muito importante conversar com seu filho sobre o motivo pelo qual ele está sendo disciplinado. Isso permite que a criança saiba claramente quais são suas expectativas e por que elas são tão importantes.

Por exemplo, sobre eles atravessarem a rua sem olhar para os lados, é fundamental explicar os perigos do trânsito. Portanto, não espere que seu filho saiba automaticamente o que você espera dele. De fato, o trabalho dos pais é deixar isso claro através de uma comunicação saudável. 

Liderar pelo exemplo

Quando o filho não obedece outra maneira de ensinar obediência é dar o exemplo. Então, se você não quer que seus filhos gritem quando estão com raiva, esse é um comportamento que você deve modelar. Os pais não são perfeitos e nem sempre acertam, mas mostrar que estão se esforçando para praticar o que dizem tem impactos positivos nas crianças.

Apontar comportamentos positivos

Saiba que é essencial apontar comportamentos positivos e negativos, não apenas um ou outro. No entanto, à medida que conduzimos os filhos à obediência, acabamos dizendo ou apontando apenas o que estão fazendo de errado. Portanto, é imperativo ter tempo para perceber quando o seu filho está fazendo algo de bom. 

Disciplina na verdade e no amor

Ao corrigir uma criança, deve haver um equilíbrio saudável entre o amor e a verdade. Dessa forma, a verdade é apontar o comportamento errado e criar um plano para corrigi-lo. Assim, aproveite a chance de corrigir a criança para mostrar que, não importa o que façam, você sempre a amará. 

Então, o amor é mostrar sensibilidade e compreensão. Certamente, ambos são importantes. Afinal, a criança deve entender que seu amor não depende do seu comportamento.

Não grite na tentativa de fazer seu filho obedecer

Antes de mais nada, quando o filho não obedece, o ideal é não gritar. Isso porque os gritos não mostram mais autoridade ou credibilidade nem incita o respeito. Na verdade, os gritos são o alimento perfeito para a desobediência. Além disso, afasta seu filho de você.

O que os pais podem fazer

Quando você tem um filho cronicamente desobediente, a dica é analisar as possíveis fontes da sua rebeldia. No entanto, se esse é um padrão persistente há muitos anos, avalie de perto a situação de sua própria família:

Responda as seguintes perguntas:

– Quanto respeito os membros da sua família demonstram um pelo outro?

– Eles respeitam a privacidade, as ideias e os valores pessoais uns dos outros?

– Como a família resolve seus conflitos?

– Os desacordos são resolvidos através de discussões racionais, ou as pessoas recorrem regularmente à violência?

– Qual é o seu estilo habitual de se relacionar com o seu filho, e que formas disciplinares usa?

– Você dá palmadas em seu filho e costuma gritar com ele?

– Seu filho está tendo dificuldades de aprendizagem na escola?

– A família está passando por alguns momentos estressantes?

Seu filho não obedece? Quando procurar ajuda profissional?

Por fim, se os relacionamentos dentro de sua família mostrarem sinais de dificuldade e falta de cooperação, então a terapia familiar pode ser indicada. Assim, ao resolver esses problemas em tenra idade, você pode minimizar e até prevenir lutas mais sérias que possam surgir quando seus filhos chegarem à adolescência. De fato, o segredo é a identificação do problema e o tratamento precoce.

Conheça o Espaço Educacional Pequeno Aprendiz

No Espaço Educacional Pequeno Aprendiz, as crianças desenvolvem habilidades de comunicação e aprendem a importância das amizades. Assim, a escola oferece uma rede de apoio para gerenciar conflitos. Através dos preceitos do sistema de ensino Mackenzie, apoiado na Bíblia Sagrada, a educação é promovida de forma integral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *